Proficenter Planejamento de Obras Ltda

NOTÍCIAS

Fique bem informado.

05.11.2009 - Estado de SP lança edital para construção de monotrilho

O governo de São Paulo deve publicar hoje o edital de concorrência internacional para construção do monotrilho que prolongará a Linha 2 - Verde do metrô, que liga a estação Vila Madalena à Alto do Ipiranga, na capital. O valor do orçamento estimado pelo Metrô-SP é de R$ 2,1 bilhões, sendo cerca de R$ 1 bilhão a cargo da prefeitura de São Paulo e os demais recursos do governo do Estado.

Apesar da previsão orçamentária, vencerá a licitação o consórcio que apresentar o projeto mais barato. A perspectiva inicial de orçamento do governo era de R$ 2,3 bilhões, mas foi reduzido em reavaliação após a consulta pública. Os concorrentes têm até 22 de dezembro para apresentar suas propostas.

Segundo Sérgio Correa Brasil, diretor de assuntos corporativos do Metrô de São Paulo, o modelo do monotrilho foi escolhido por ser o de menor impacto visual, ambiental e sonoro, além de exigir o mínimo de desapropriação e não interferir no trânsito de automóveis, por ser suspenso entre 12 e 15 metros de altura. "É necessário apenas 1,5 metro de largura para o trilho, que poderá ser alocado no canteiro central das avenidas", explica. Alguns dos concorrentes afirmam que podem construir o monotrilho em apenas 28 meses. A velocidade média será de 40 km/h, mas pode subir conforme o projeto.

Correa Brasil diz que o monotrilho enterra os projetos de expansão do Expresso Tiradentes (concebido com o nome de Fura-Fila) no modelo atual, de Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). O monotrilho é mais amigável urbanisticamente, explica o diretor.

Serão licitados 23,8 quilômetros de linha, 54 trens e plataformas em três diferentes trechos, que terão data de conclusão até 2013. Deverão ser transportados 48 mil passageiros por sentido por hora, chegando até a 510 mil por dia. Cada trem deve ter capacidade mínima de mil passageiros, com comprimento máximo de 90 metros. O primeiro trecho a ser construído será o mais curto, de 2,4 quilômetros, entre a estação Vila Prudente do metrô - para onde já está em obras a expansão da Linha 2 - e a estação de Oratório. Esse primeiro trecho deve ficar pronto em 2011. O segundo trecho, de 10,4 km, chegará até São Mateus e deve ficar pronto em 2012. E o último trecho, de 11 km, até Cidade Tiradentes, deverá terminar em 2013, prevê Correa Brasil.

Ele destaca que não se trata de um edital de concessão, porque a operação diária será feita pelo próprio Metrô. Portanto, as propostas devem prever um treinamento da equipe da Companhia do Metrô para operar o modal. Mas uma eventual concessão do sistema futuramente não é totalmente descartada, diz ele. Segundo Correa Brasil, quatro empresas de diferentes países já demonstraram interesse em participar da licitação.

As estações do monotrilho - são previstas em 17 nos 3 trechos - não foram incluídas nesta licitação, porque são de concepção mais simples e poderão ter mais concorrentes em um edital separado, explica o diretor. Segundo Correa Brasil, o edital do modal que ligará o Morumbi ao aeroporto de Congonhas deverá sair em cerca de 15 dias e foi estendido, para conectar-se também à Linha 4 - Amarela do metrô, além do terminal de ônibus do Morumbi. Esse modal também será monotrilho e terá extensão total de 21,5 km.

Por Danilo Fariello, de Brasília
Valor Econômico on-line

<< voltar

Ir para o topo

Proficenter Planejamento e Orçamento de Obras
R. Medgar Evers,03 - Vila Mariana - CEP: 04020-080 - São Paulo, SP - Tel: +55 11 5571-6771